COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

domingo, 26 de abril de 2015

BATALHÃO SUEZ USOU FARDAS E EQUIPAMENTOS DA FEB

O Brasil participou efetivamente de uma das primeiras Missões de Paz da ONU, no Canal de Suez, entre 1957 e 1967. Aquela missão ficou conhecida como UNEF (United Nations Emergency Force), marcando o início da participação do Brasil em missões de paz, como atualmente estamos no Haiti e no Líbano.

Fato curioso é saber que, mesmo depois de 12 anos após a FEB ter sido desmobilizada, os primeiros contingentes brasileiros em Suez ainda usaram fardas e equipamentos que foram confeccionados, originalmente, para a FEB.

A foto abaixo, do 2 Sgt Walmor Albino Martins, ilustra bem o que foi comentado acima. O fardamento em lã é o da FEB, bem como o coração Brasil, costurado no braçal. O gorro, o braçal, a divisa e os coturnos são pós guerra. A farda mostrou-se ineficiente, tanto na Itália, quanto no Egito.


Fonte da foto: http://www.batalhaosuez.com.br/

REEDIÇÃO DO LIVRO DE WILLIAM WAACK SOBRE A FEB


ESPECIAL PARA A FOLHA

Feito por: Cesar C. Maximiano

25/04/2015.

Clique no link abaixo e leia o texto na íntegra:

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/04/1620996-reedicao-de-as-duas-faces-da-gloria-traz-pesquisa-falha-de-william-waack.shtml

Capa da Edição de 1985


Capa de 2015


1944 - 2014. FOTOS BACANAS DE "DURANTE" E DEPOIS, REGIÃO DA NORMANDIA

Antes e Agora!  A tecnologia a serviço da Fotografia e da História. 
1944 to Present! 

This is an incredible use of technology---like traveling back in time!
Left click and hold on each photo, and then drag your mouse gently
from  left to right on the  original photograph and it will become a
photo of the exact same location and view today - drag it back to the
left and you are back in 1944! click below....

clique aqui:

quinta-feira, 16 de abril de 2015

domingo, 12 de abril de 2015

THE BLIZZARD - 9 DE DEZEMBRO DE 1944

Segue a primeira página do jornal americano The Blizzard, que era feito pelo Serviço Especial da 10 Divisão de Montanha, no Teatro de Operações da Itália.

Essa edição, de 9 de dezembro, é a primeira, trazendo a notícia da adição do patch MOUNTAIN acima do distintivo da Divisão, que fora criada em 1942.


                       Fonte: ebay.com

O Patch utilizado pelos montanheses, quando operou junto à FEB, já era do modelo mostrado abaixo.


Um breve vídeo-propaganda da Divisão de Montanha

EXEMPLO RARO HOJE EM DIA....


Enviado pelo nosso amigo e colaborador: Cesar Cerqueira.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

SOBRE O MUSEU DA FEB EM BRASÍLIA

Encaminho um email recebido essa semana, que diz respeito a mais um ultraje ao Brasil:

"Prezados Compatriotas.

Dou ciência sobre a pesquisa que está sendo realizada, em preterir o espaço que cabe a FEB em Brasília, para construção de um Memorial em homenagem à Jango.

Inconcebível que um grupo de pessoas, ou qualquer criatura, tenha a pretensão de se aquilatar, ao ponto de preterir a Força Expedicionária Brasileira, em ter um espaço em Brasília devidamente ocupado, para construção de um Memorial à João Goulart.

Por mais que pretendam praticar tamanha heresia, aos verdadeiros heróis desta pobre PÁTRIA AMADA, alguém do povo brasileiro, se rebelará, em assim permitir, sem recorrer ao Judiciário, para fazer valer que o espaço antes destinado seja ocupado em detrimento da FEB.

Peço, quem possuir os documentos abaixo alencados, os envie para achaves@americochaves.adv.br que se compromete perante ao Judiciário contestar o crime que se ardilosamente engendrado se pratique, por mera e estúpida causa populista.

DOCUMENTOS:
1 – Lei, ou Decreto da área destinada à FEB em Brasília;
2 -  Comprovação da proposta para erguer o Memorial à Jango;
3 – Nome completo do Autor da proposta, e endereço para sua citação.
4 – Fundamentos da proposta para construção do Memorial à Jango.

Repetiremos a mesma postura, quando realizamos em 1986, Ação Judicial que impediu a derrubada do Mastro da Bandeira Nacional da Praça dos Três Poderes, para dar lugar a construção de Memorial em homenagem à Lamarca e outros guerrilheiros, que morreram combatendo em 1964.

Peço, outrossim, que respondam a pesquisa que está sendo realizada, com um NÂO às pretensões realizadas, reafirmando desta forma, que a nossa cidadania está viva, repetindo a quem quer que seja: Jamais esqueceremos os sacrifícios que os integrantes da FEB realizaram em defesa da DEMOCRACIA, e da SOBERANIA NACIONAL, sem nada pedir em troca,a não ser o respeito e a admiração de seus COMPATRIOTAS, legado este deixado para a juventude de todas as gerações que se faz presente, e as futuras que virão, para preservação do orgulho Pátrio.
Atenciosamente,
Americo Chaves."

Votemos contra a criação de um memorial para o Jango em Brasília, num local que estava destinado à criação de um memorial para os Pracinhas da FEB

domingo, 5 de abril de 2015