COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

domingo, 9 de agosto de 2015

3 SARGENTO ANTÔNIO GONÇALVES DIAS - UM HERÓI ALAGOANO NA FEB

Antes de iniciar mais um artigo, gostaria de agradecer à Sra Maria Cristina, filha do veterano Durval, o qual já escrevemos um artigo por aqui.


Aqui está a história do 3º sargento Antônio Gonçalves Dias, seguida pelas fotos tiradas durante a campanha na Itália. Sua identidade era de número 7G-31721, 7 Região Militar. Foi para a Itália em 22 de setembro de 1944, tendo sido evacuado em 11 de março de 1945, durante a Operação Encore.

Recebeu as medalhas de campanha da FEB, de guerra e Sangue do Brasil.

O relato a seguir foi feito pela sua filha, a Sra  ESPERANZA MARIA DE ARAÚJO GONÇALVES DIAS, a qual agradecemos imensamente por disponibilizar o mesmo.

"De origem humilde, filho de agricultores, nasceu em Ibateguara - Alagoas.

Ingressou no Exército Brasileiro, onde foi alfabetizado, pois sua cidade natal não oferecia condições de estudo na época. Extremamente inteligente e esforçado, logo progrediu nos estudos e quando o Brasil entrou no conflito mundial, imediatamente apresentou-se como voluntário, não esperando a convocação. 

Foi incorporado ao 11 RI e seu nome consta no site ' Os heróis do 11º" 3º sargento Antônio Gonçalves Dias - 7ª companhia. De são João Dey Rey partiu junto com o ONZE para Nápoles e ao participar foi atingido na perna por uma bala, só abandonando sua posição quando todos os seus comandados estavam a salvo. 

Foi condecorado, recebendo uma medalha especial por esse ato (no caso, a Medalha Sangue do Brasil).

Terminada a guerra, voltou para o Brasil e casou com a senhora Maria Nazaré de Araújo, nascendo dessa união 4 filhos: Aparecida, ESPERANZA, Vital e Bernadete.

Permaneceu no Exército até conseguir graduar-se em História e Geografia pela Universidade Católica de Pernambuco. Foi então realizar o seu grande sonho: SER EDUCADOR. E o fez com brilhantismo.
Ensinou em vários colégios aqui em Garanhuns, foi o 1 diretor do Colégio Padre Agobar valença (1965), hoje extinto."

Vamos às fotos:

Na primeira delas, aparece o Sargento Gonçalves com seu bibico, overshoe (galocha) e seu overcoat (casacão) de lã, na área de retaguarda, com uma criança italiana, que costumava ficar ao redor dos soldados brasileiros.



Na próxima foto, aparece o Sargento Gonçalves em uma maca, tendo sido removido à retaguarda por causa de um ferimento em combate, na perna.


Na próxima, o Sargento Gonçalves com seu roupão de convalescente, do Exército americano, abraçado a uma enfermeira, com o uniforme de brasileiro de lã, e a outro febiano, o qual está usando uma jaqueta americana modelo M-41.



Na penúltima foto, uma imagem interessante. Raro momento de um febiano utilizando uma jaqueta americana M-43, a qual não foi recebida pela cadeia de suprimento pela FEB. Na foto, nota-se, no braço esquerdo, o distintivo da Peninsular Base Section, órgão americano responsável pela logística no Teatro de Operações do Mediterrâneo. Será que ele pediu emprestado a algum GI somente para tirar a foto? Será que ele trocou com algum americano?


O distintivo visto na foto é do mesmo modelo observado nesta miniatura de capacete, souvenir daquele Teatro de Operações.



Na última, como diretor acompanhando um desfile escolar cívico 07.07.1976.



Eis a história de um homem simples, integro e honrado que como educador brilhante e cidadão, contribuiu para a formação de jovens, hoje adultos, que se tornaram pessoas de bem graças ao seu exemplo.

Mais uma atualização vinda de sua família:


Na primeira foto, podemos ver, da esquerda para a direita, a Cruz de Combate de 1 Classe, presa com a barreta da medalha de campanha da FEB, a medalha Sangue do Brasil, pelos ferimentos no ataque ao Monte Castello. a Silver Star americana, a medalha de campanha e a medalha de guerra. É de se observar que apenas 30 brasileiros receberam a Silver Star americana, então o Sgt Gonçalves realmente foi um dos maiores heróis da FEB.

Na segunda foto, podemos ver a Silver Star (Estrela de Prata) e sua citação de combate.

Por fim, sua boina de veterano, com sua braçadeira e barreta da medalha de campanha.

2 comentários:

  1. Fiquei emocionada ao ver o meu antigo professor o 3º Sgt. Antônio Gonçalves Dias, sendo homenageado neste conceituado Museu. Parabéns por manter viva a memória dos nossos bravos soldados que lutaram nos campos da Itália.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei emocionada ao ver o meu antigo professor, o 3º Sgt. Antônio Gonçalves Dias sendo homenageado neste conceituado Museu. Parabéns por manter viva a memória dos nossos bravos soldados que lutaram nos campos da Itália.
    Maria Cristina de Melo Souto
    Garanhuns- PE

    ResponderExcluir