COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

terça-feira, 17 de junho de 2014

A CRUZ DO CAMPO DE BATALHA

Ao passar por um dos inúmeros museus americanos, notamos uma montagem um tanto interessante, a qual a maioria das pessoas ligadas nos assuntos da guerra já viu: a cruz do campo de batalha.


A cruz de campo de batalha é um memorial para os soldados mortos ou extraviados em combate, consistindo de seus coturnos, baioneta, fuzil, capacete e, algumas vezes, seus dog tags. Como o próprio nome sugere, essa  cruz é erguida no próprio, ou próxima ao campo de batalha, o que permite aos seus camaradas a prestar suas reverências ao ente perdido.

O capacete e os dog tags significam o soldado caído. O fuzil invertido com a baioneta significa um momento para oração, uma pausa no combate para prestar uma homenagem ao camarada. O coturno representa a última marcha na batalha final. O capacete nos lembra que o soldado tomou parte de sua última ação militar. As origens da cruz de batalha remontam da Guerra Civil americana. Até então, os mortos em combate eram enterrados nos lugares onde haviam caído, inclusive por seus inimigos.

No entanto, na Guerra Civil, os soldados mortos em combate começaram a ser enviados para casa para serem enterrados, e o fuzil enfiado no chão com o chapéu na coronha representava um soldado caído. Atualmente, a cruz do campo de batalha representa um soldado (homem ou mulher) morto em combate a serviço se seu país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário