COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

quinta-feira, 11 de julho de 2013

PODÍAMOS TER UM MUSEU DA FEB ASSIM? MUSÉE DU HÔTEL NATIONAL DES INVALIDES

Houve um tempo em que tínhamos, no Brasil, alguns locais abarrotados de peças da FEB. Tempo esse o qual havia a presença, ainda, de inúmeros veteranos frequentando as Associações, sendo as mais ativas as de Curitiba e do Rio de Janeiro.

O tempo passou, os veteranos foram, aos poucos, nos deixando do convívio terreno, o interesse do povo brasileiro pela FEB foi se esvaindo, grande parte das Associações foram fechadas, etc etc.

Há bem pouco tempo atrás, a Associação do Rio de Janeiro foi reformada, com grande parte de apoio da iniciativa privada, do Exército Brasileiro e a ajuda de vários voluntários. A de Curitiba é, de longe, a melhor fonte visual da história da FEB, atualmente.

Ainda, há pouco tempo, houve uma iniciativa de se fazer um museu da FEB na cidade de São Paulo. Porém, infelizmente, o desinteresse de poucos acabou barrando a oportunidade de mostrar parte da história a muitos.

Poderíamos ter, em nosso País, um museu a altura dos feitos de nossos verdadeiros heróis, a exemplo do Museu do Exército Francês, localizado na cidade de Paris. Trata-se de um dos museus de história militar mais espetaculares do mundo, tanto pela qualidade das peças quanto pela disposição e cuidado com as mesmas.

Obviamente, o Brasil não tem a tradição francesa em guerras, seu povo não tem interesse em cultuar sua história e não há disponibilidade financeira para se gastar com museus desse padrão, ainda mais numa época como a que estamos vivendo aqui. 

Continuemos na vontade.....

Sobre o museu francês, o prédio foi inaugurado em 1678, por ordem de Luís XIV, de forma a dar abrigo aos inválidos de guerra.

Algumas fotos:

1) Túmulo de Napoleão Bonaparte, talvez o maior gênio militar do mundo


2) Farda de General francês. Notem o grau de conservação.

3) A Águia de campanha alemã, durante a Primeira Grande Guerra. E, por aqui, alguns têm a esplêndida ideia de devolver o canhão paraguaio El Cristiano, troféu de guerra da guerra da Tríplice Aliança (1865-1870). Só para lembrar, não foi o Brasil quem começou aquela guerra.
Para saber mais sobre isso: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2013/04/1264506-paraguai-exige-do-brasil-a-volta-do-cristao-trazido-como-trofeu-de-guerra.shtml

4) Fallschirmjagger com uniforme tropical
5) Uniformes americanos WW1


O museu é bem grande e vale uma visita. Temos muito o que aprender com os europeus em geral, não?

Para maiores informações: http://www.musee-armee.fr/accueil.html

Blog das atualizações das coleções do museu: http://www.musee-armee.fr/collections/blog-des-collections.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário