COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

ACERVO SOLDADO NELTAIR PITHAN E SILVA - SENTA A PÚA

O site apresentará, a partir de hoje, o acervo de um soldado do 1o Grupo de Aviação de Caça - Senta a Púa, durante a Segunda Grande Guerra.

O referido acervo pertence, atualmente, ao nosso irmão Gustavo Lima, habitual colaborador do site. A parti de hoje ele enviará diversos artigos sobre veteranos dos quais possui algum dado. É mister essa participação, tendo em vista que o Gustavo é filho de veterano da FEB, o Ten Inf Ênio, agraciado com a Cruz de Combate de Segunda Classe, entre outras condecorações.

De antemão, agradecemos ao irmão Gustavo por disponibilizar parte de seu valorozo acervo.

A seguir, um breve histórico sobre o Soldado Neltair Pithan e Silva:



Soldado de 1ª classe, Registro B-914, 1o Grupo de Aviação de Caça, Força Aérea Brasileira.

Resumo Biográfico

Nasceu em Itaqui, RS, em 14/07/1922.
Faleceu em São Paulo, SP, em 02/03/2010, aos 88 anos de idade, sendo enterrado no Cemitério dos Protestantes.

Era filho de Leonídio de Oliveira e Silva, 1o Tenente do Exército Brasileiro e revolucionário em 1930. O avô materno, Cel José Adolfo Pithan, lutou na Guerra do Paraguai sob o comando do General de Cavalaria Osório. Pithan era seu nome de guerra, casou-se com a Sra. Cleusa de Oliveira (falecida), com quem teve uma única filha, Rosana, que lhe deu dois netos. 

Uma vez decretada a mobilização geral do Brasil para a guerra, em 16/9/1942, alistou-se na Força Aérea Brasileira, desejando ser piloto de caça. Candidatou-se ao curso intensivo nos Estados Unidos, mas foi reprovado nas provas eliminatórias de percepção visual e coordenação motora. Essa frustação não desanimou Pithan. Quando foi criado o 1o Grupo de Aviação de Caça, a 18 de dezembro de 1943, alistou-se como soldado. Em 21 de novembro de 1944, partiu para a Itália, embarcado no navio transporte militar norte-americano “General Meigs”. Em sete de dezembro chegou à Baia de Nápoles, apresentando-se, em seguida, em Pisa.  Sua função era desempenhada junto à Seção de Operações. Anotava a saída e o regresso dos aviões, fazendo um relatório para o chefe do setor. Teve uma pneumonia durante o natal e ano novo de 1944, baixando na enfermaria no 12º Hospital Geral em Livorno, Itália.

Ao regressar ao Brasil, pediu baixa da FAB no Posto de Cabo. Era jornalista profissional e voltou à profissão, obteve uma bolsa de estudos no Uruguai e se formou em Educação Física e Psicanálise. Paralelamente, exercia jornalismo, colaborando com o Jornal Correio do Povo, na cidade de Porto Alegre, RS, na Gazeta de São Paulo, e no Estado de São Paulo. Sempre muito ativo, ingressou como Inspetor do Trabalho no então Ministério do Trabalho e Previdência Social, em 1968. Exerceu esta atividade por quase trinta anos, aposentando-se por idade.

É autor do livro "A Expedição da Esperança - Memórias de Pracinha do 1º Grupo de Caça na Segunda Guerra", lançado em maio de 2002. Também escreveu os seguintes livros: Uma Vida em Poesia, Poesias em Quatro Tempos.

Pithan ocupou a Presidência da Associação de Ex-Combatentes do Brasil nas Seções do Rio Grande do Sul e de São Paulo. 

Neltair Pithan e Silva recebeu as seguintes condecorações: Campanha da Itália da FAB, Grã Cruz de Ouro do Mérito Polonês, conferido pelo Governo Polonês em exílio na Grã Bretanha e Presidential Unit Citation (Estados Unidos).

Bibliografia Consultada
Silva, N. P. 2002. A Expedição da Esperança - Memórias de Pracinha do 1º Grupo de Caça na Segunda Guerra. Editora Nativa, São Paulo, SP. 1ª Ed. 373 p.
O Elo, Boletim Informativo do SINPAIT. Edição Nº 280, 2010.

Texto escrito por Gustavo Lima.
Para manter contato com o autor, fazer comentários ou sugestões, escreva para feb.sempre.feb@gmail.com




Em breve, novas atualizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário