COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

domingo, 29 de julho de 2012

PARTE 4 DO DOCUMENTÁRIO DA TV PARANÁ


A TV Paraná copiou, deste site, sem a devida referência, e equivocadamente, a foto do Frei Waldemar Setaro, ao invés da foto do Frei Orlando, ao qual esta parte do documentário faz referência. É interessante notar, também, a quantidade de peças falsas que existem em museus e coleções da FEB, tanto no Brasil quanto na Itália.

PARTE 3 DO DOCUMENTÁRIO DA TV PARANÁ

PARTE 2 DO DOCUMENTÁRIO DA TV PARANÁ

DOCUMENTÁRIO DA TV PARANÁ SOBRE A FEB

Muito legal o documentário realizado pela TV Paraná, com diversas imagens atuais dos locais por onde a FEB passou.

sábado, 28 de julho de 2012

CARTÃO DE NATAL FEB 1944

Cartão postal escrito pelo febiano Alberto à sua esposa e seus dois filhos.

Cartão confeccionado na Itália, especialmente para a FEB.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

MAJOR NERO MOURA - COMANDANTE DO SENTA A PÚA

Brigadeiro Nero Moura (Cachoeira do Sul, 30 de janeiro de 1910 - Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 1994) foi um militar brasileiro. É o patrono da aviação de caça do Brasil.
Participou da organização e criação do Ministério da Aeronáutica e da Força Aérea Brasileira, em 1941, já como major-aviador, tendo sido instrutor do curso de aperfeiçoamento de oficiais.
Durante a Segunda Guerra Mundial foi comandante do Grupo de Caça (First Brazilian Fighter Squadron - 350th Fighter Group - 12th Air Force), tendo realizado 62 missões de guerra entre 4 de novembro de 1944 e 1 de maio de 1945.
Para saber mais, e ainda ver dezenas de fotos inéditas daquele militar, visite: http://ww2militarymemoirs.blogspot.com.br/2012/05/o-chefe-do-senta-pua-first-brazilian.html

terça-feira, 17 de julho de 2012

OBUS 7.5 cm Gebirgsgeschütz 36 (7.5 cm GebG 36)

A FEB trouxe inúmeros troféus de guerra quando retornou para o Brasil, em 1945. Muitos deles repousam em diversos quartéis do Exército, principalmente no estado do Rio de Janeiro. O obus apresentado a seguir encontra-se, atualmente, na Companhia de Comando da 1 Divisão de Exército, na Vila Militar. Desenhado e produzido entre 1936 e 1945 pela Rheinmetall, com um total aproximado de 1193 unidades fabricadas, era a arma padrão da artilharia leve de montanha da unidades Gebirgsjäger do Exército e da Waffen-SS. O canhão pesava 750kg e tinha um comprimento toal de 145 cm, disparando um projétil de 6kg a uma velocidade de 475 m/s até uma distância de 9.250 metros. A elevação do cano tinha um arco de -2º até +70º e giro lateral de 40º. A cadência era de 6 a 8 disparos por minuto, contando com uma guarniação de cinco homens. Fonte - http://www.lexikon-der-wehrmacht.de/Waffen/gebirgsgeschutze.htm
Agradecemos ao nosso amigo Douglas pelas informações. Fonte: www.hmmb.com.br/forum

SAFA ONÇA 1943 E 1944

Antes de postar os documentos denominados de Safa-Onça, vamos ao significado do termo: do dicionário, safar a onça significa - Desincumbir-se de algo difícil, livrar-se de algo desagradável. Ainda - resolver uma situação de emergência, ou seja, quando a situação está safa, resolvida, a faina terminou. Diante dessas definições, serão apresentadas as duas edições do livro básico Safa-onça, editados em fevereiro de 1943 e fevereiro de 1944. Eles tinham por finalidade dar subsídios básicos para que os brasileiros se comunicassem com os americanos em tempos de guerra. Serviu, inicialmente, ao pessoal da Marinha, tanto que a primeira edição foi impressa exclusivamente para aquela força. Já a segunda edição serviu para o pessoal da FEB e, também, da FAB, tendo aqueles recebido os manuais da segunda edição. A primeira edição foi impressa em 1943, no formato de paisagem.
A segunda edição, impressa em 1944, foi editada no formato retrato.
A primeira edição é mais rara do que a segunda.

domingo, 15 de julho de 2012

segunda-feira, 9 de julho de 2012

CAPACETES M1 - MINIATURAS SOUVENIR DA FEB

Eis um dos souvenir mais bacanas que foram feitos na Itália durante a Segunda Guerra. A miniatura do capacete M1, com o respectivo símbolo das Unidades de Combate. Há tempos atrás foi mostrado aqui o que tem o símbolo do 4 Corpo de Exército. Desta vez, mostramos o que tem o símbolo do 5 Exército de Campanha, bem como uma foto comparativa ao lado de um capacete M1 original.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Encontro de Entusiastas da História da Segunda Guerra Mundial. Em 2012 se dará no 62º Batalhão de Infantaria, em Joinville, Santa Catarina nos dias 25 e 26 de agosto ( dia 24 para quem for montar estande de exposição ou venda )( valor da taxa para os comerciantes ainda não foi definido pelo comando do 62 ). 

Viaturas, historiadores, colecionadores, comerciantes de militaria, reencenadores e todos os demais interessados no estudo deste período da nossa história. Estaremos inseridos na programação do 62 BI, pela passagem do dia do soldado. Haverá formatura dia 25 pela manhã e dia 26 a banda do Batalhão fará sua tradicional apresentação ao ar livre. O 62 BI é conhecido em Joinville e Região como “ O nosso Batalhão” aliando isso ao evento, esperamos dessa forma um bom público. Evento histórico e cultural. Divulguem. Abraço. Carlos Campestrini. 

Memorial aos Pracinhas será inaugurado nesta quarta-feira em Petrolina

01 de Julho de 2012
Para homenagear os ex-combatentes que participaram da Segunda Guerra Mundial, conhecidos como Pracinhas, nesta quarta-feira (04), às 18h00, a Prefeitura Municipal de Petrolina, por meio da Secretaria de Cultura, irá inaugurar o Memorial aos Pracinhas, construído na Praça Kennedy, em frente ao Colégio Pio XI, no Centro da cidade. O monumento faz uma alusão simbólica ao ano de 1945, final da guerra, quando foi travada a Batalha de Monte Castello, que marcou a presença da Força Expedicionária Brasileira (FEB). O memorial tem como objetivo reconhecer o esforço e a bravura dos ex-combatentes brasileiros da Segunda Guerra Mundial, em especial, aqueles que se instalaram na região do Vale do São Francisco no pós-guerra, dos quais muitos tornaram-se cidadãos de Petrolina de coração, assim como vários outros que aqui chegam anualmente. A solenidade de inauguração contará com a presença do prefeito de Petrolina, Julio Lossio, além de representantes do Exército Brasileiro e dos ex-combatentes que residem na região. Dos 51 ex-combatentes, a maior parte já faleceu e atualmente 13 ainda residem na região. Segundo o prefeito, “é importante registrar e valorizar a história daquelas pessoas que contribuíram bravamente para a liberdade do nosso país. E a maneira que encontramos foi imortalizarmos esta passagem histórica, através da construção de um monumento”, explicou Julio Lossio. O monumento foi construído pelo escultor juazeirense, Ledo Ivo, que levou três meses para a conclusão do memorial, que é composto por ferro, cimento, pó de pedra, fibra de vidro, pigmentos e resina acrílica. Filho de um ex-combatente, Aureliano Filho, salientou a importância da obra. “Meu pai, Aureliano Cardoso dos Santos, foi um dos combatentes da Batalha de Monte Castello, na Segunda Guerra Mundial, ele se sente muito feliz por estar sendo homenageado neste momento, pois muitos anos passaram-se sem que ninguém falasse nada sobre esses guerrilheiros que arriscaram suas vidas para defender a Nação”, afirmou. http://dinizk9.blogspot.com.br/2012/07/memorial-aos-pracinhas-sera-inaugurado.html Enviado por nosso amigo Gustavo Lima. Fonte: www.hmmb.com.br/forum Petrolina é a cidade que abriga o 72 Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, a base dos guerreiros da caatinga.