COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

domingo, 29 de maio de 2011

MEDALHA SOUVENIR ALIADOS EM ROMA

Apresentamos mais uma versão de medalha souvenir italiana trazida por pracinhas. Esta é mais uma trazida de Roma. Muitos e muitos pracinhas visitaram esta localidade nos raros momentos de folga do front, que giraram em torno de 8 dias por militar.

Antes da apresentação da medalha em si, vamos a um pequeno histórico da queda de Roma:

A 1° de junho, um oficial de ligação do 8o Exército se apresentou no Posto-de-Comando do General Mark Wayne Clark e lhe comunicou que se o 5o Exército estava em condições de tomar Roma sem o ajuda do 8o Exército, então este prosseguisse os seus ataques para o norte da capital da Itália. Clark aceitou imediatamente, sem objeções. O 5o Exército, a esta altura dos acontecimentos, se preparava para um ataque devastador. Por volta de 30 de maio, o General Keyes transferira as operações na zona do 2o Corpo ao 4o Corpo, recentemente criado e sob as ordens do General Crittenberger. Keyes, por seu turno, se encarregaria das ações no setor de Artena, entre os montes Albanos e Valmontone. Conversações posteriores entre Clark e Alexander esclareceram e deixaram bem definida a situação referente à captura de Roma. Quando a capital da Itália caísse em poder dos combatentes aliados, se daria publicidade a um comunicado que esclareceria, sem sombra de dúvidas, que "as tropas do 5o Exército penetraram na capital italiana". Conforme disse Clark, posteriormente, "para os homens do 5o Exército, e para mim mesmo, isso era mais importante do que poderia parecer e o acordo a que chegamos me deixou bastante satisfeito. Agora, tudo o que temos a fazer é chegar a Roma e capturá-la". A 2 de junho, a 36a Divisão penetrou profundamente na retaguarda de Velletri, que caiu em mãos dos seus efetivos. Em seguida, a 36a prosseguiu o avanço até chegar às imediações do lago Albano. Paralelamente, o 2o Corpo, composto pelo 3a Divisão, pela Força de Serviços Especiais e pelas divisões 85a e 88a, cortou a rota N° 6 e arrasou as defesas alemães em Valmontone, estabelecendo contato com os franceses em Colle Ferro.

Por volta de 3 de junho, a primeira visão direta do derrota alemã apareceu aos combatentes aliados. De fato, os estradas se encontravam atulhadas de veículos destroçados e tanques incendiados. Inúmeros cadáveres de soldados alemães presenciavam, também, o avanço das forças aliadas.

No dia 4 de junho Roma estava liberada...





A medalha apresenta, de um lado, a Basílica de São Pedro e o Coliseu romano, encimados pela data 4 de junho de 1944, data da liberação, e ainda cincundados pela expressão: na luta pela liberdade os aliados libertaram Roma. Do outro lado, as bandeiras dos Estados Unidos, da Grã-Bretanha e da França, circudados pela expressão liberdade, democracia e prosperidade.

Segue uma foto atual do Coliseu, ou também conhecido como Anfiteatro Flavio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário