COMPRO MATERIAL DA FEB: JULIOZARY1997@GMAIL.COM

segunda-feira, 7 de março de 2011

Capitão José Sabino Maciel Monteiro - Primeiro Comandante da PE do Brasil

José Sabino Maciel Monteiro nasceu na cidade de Porto Alegre - RS, em 20 de janeiro de 1917. Entrou no Exército matriculado no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de Curitiba - PR, tendo cursado o primeiro ano do Curso de Cavalaria. Os dois anos seguintes foram cursados no CPOR do Rio de Janeiro - RJ.

Após cursar o CPOR, o então Tenente Maciel Monteiro fora convidado para servir na FEB pelo próprio General Mascarenhas de Moraes, tendo sido designado como Comandante do Pelotão de Polícia Militar, em 27 de outubro de 1944, e também Comandante da Companhia de Polícia Militar, em 31 de março de 1945. Esta mudança de efetivo ocorreu devido ao aumento das missões dos MP e o aumento da jurisdição dos MP brasileiros para toda a área do 5º Exército americano.

Foi deslocado para a Itália no dia 22 de setembro de 1944, tendo regressado ao Brasil em 22 de agosto de 1945. Sua identidade era 2-G 700990.

Atuou no comando da Companhia de Polícia nas seguintes missões: Monte Castelo, Montese, Porreta Terme, Camaiore e Zocca. Em todas elas o Capitão Monteiro esteve a frente da Cia, liderando o trabalho árduo dos MP, que incluia, entre outros, o controle do tráfego de viaturas e também o importante trato com os Prisioneiros de Guerra alemães e italianos.

Suas atuações no comando dessas frações lhe rendeu as seguintes condecorações:

- Cruz de Combate de 2ª Classe
- Medalha de Campanha da FEB
- Medalha Militar de Ouro
- Medalha de Guerra
- Medalha Mascarenhas de Moraes
- Bronze Star (EUA)
- Croce al Valore Militare (Itália)

Quando retornou para o Brasil e a FEB foi extinta, o Cap Monteiro permaneceu mais 115 dias no Comando na Cia de Polícia, o que o faz ser o primeiro militar do Exército brasileiro a ser um PE (Policial do Exército). O curioso é que o então Cap Monteiro era oriundo de Cavalaria, e, atualmente, todos os PE são oriundos de Infantaria.

Vamos ver algumas fotos...

Foto 1 - Uma das páginas das alterações do Cap Monteiro, a qual destaca sua atuação durante toda a campanha à frente da Cia Pol



Foto 2 - Foto de estúdio do 1º Comandante da PE



Foto 3 - O Comandante em frente à sua Companhia



Foto 4 - tirada em 03 de janeiro de 1945. Note-se a neve por cima dos uniformes



Foto 5 - Ao lado do inseparável Jeep



Foto 6 - Em frente à prisão, com alguns prisioneiros alemães



Foto 7 - Juntamente com outros MP no jeep



Gostaríamos de agradecer aqui à sua família, que mantém acesa a chama daquele que foi o pioneiro nas atividades de Polícia do Exército. Esperamos poder colocar mais fotos de histórias desse militar que, sem dúvida, deve figurar entre os de ação mais destacada durante toda a Campanha da FEB na Itália.

PE!! Brasil acima de tudo!!

Para maiores informações, acesse: http://www.anvfeb.com.br/Jose_sabino_maciel_monteiro.htm

e também: www.oprimeirocomandante.com.br

4 comentários:

  1. Julio,

    Embargado de emoção, reitero meus mais efusivos aplausos pelo seu trabalho.

    Essa missão de resgate da história que você abraçou com aguerrido empenho - quer por simpatia, quer por admiração - não é das mais fáceis; entretanto, percebo que você está tirando de letra, tudo pela simples satisfação de aclarar uma página de luta do nosso povo.

    Estou certo que os veteranos jamais ousaram ver um trabalho tão minucioso (e despretensioso, visto ser movido por recursos próprios) como o seu. Que Deus lhe ilumine. Seu site presta um grande serviço à nação.

    Raphael (de Brasília).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Raphael, muitíssimo obrigado pelas palavras, é um estímulo para que continue meu trabalho por muito tempo, em prol de nossa história e de nossos heróis, como o seu avô.

      Grande abraço

      Julio

      Excluir
  2. Belo trabalho. Fiquei muito emocionado ao ler o nome do então TEN(CAV) José Sabino Maciel Monteiro ser mencionado como primeiro comandante da Polícia do Exército em tempo de Guerra. Convivi com ele os últimos anos de sua vida, ouvindo sua participação na Guerra, contada por ele e seus familiares. Vi suas medalhas, seus diplomas e seus elogios nas Folhas de Alterações. E quando escuto o Hino dos Expedicionários lembro do Cel Sabino, então saltam as lágrimas, pois sei que foi um Grande Homem, como amigo, pai e herói dessa Pátria.

    ResponderExcluir
  3. Muito emocionada por tudo que li aqui.

    ResponderExcluir